sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Deus é escritor

 
Há pouco tempo me dei conta de que Deus é escritor. Como se o próprio Deus sussurrasse isso em meus ouvidos. Como se eu não fosse capaz de perceber se Ele mesmo não me contasse.

Descobri em mim um dom divino. Um dom que não é meu, mas que é Dele.
 
Escrever é um dom divino.

As palavras, todas elas, são capazes de tocar um coração. E o meu coração foi capaz de amá-las assim tão espontaneamente. De repente, quando me vi, eu estava apegada ao seus significados. E aos poucos fui percebendo que eu amava aquilo que meus dedos com gestos voluntários insistiam em fazer. Fui amando o que saia do meu coração e ia parar no papel.

Deus amou a palavra.
 
Redescobri, depois de tanto tempo, coisas lindas, tão lindas, mais lindas, nas palavras que Deus escreveu. Comecei a folhear cada página, a ler compulsoriamente tudo que ali estava escrito e a devorar as letrinhas. ''É perfeito.'' Pensei.
 
Li perfeição e chamei Deus de inteligente. Li a poesia mais adorável da minha vida. Ele é incrível e é perfeito o lugar que cada palavra ocupa no seu livro de vida e passou a ocupar em meu coração. Os elogios pularam destemidos da minha boca.
 
Ele deu o seu melhor quando escreveu as coisas mais lindas desse mundo.
 
Ele nos presenteou com palavras cheias de amor e poesia.
 
Deus não é um escritor aposentado. Ele continua a escrever.
 
Ele anda escrevendo uma história linda, perfeita e agradável para você. Mas se você não a ler nunca a saberá.

Ele é autor da vida.
 
Autor e consumador da fé que pode existir dentro de você.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Deus conosco.
 
 




Um comentário:

  1. Maravilhosooooooooooooo...talvez o melhor que eu já tenha lido!

    ResponderExcluir